11 3045-6555
11 3045-0667

@bertagoncalez.com.br

Bebês são capazes de se comunicar mesmo antes da fala

Preste atenção nos olhares, gestos e tipos de choro de seu filho para entender melhor o que ele quer dizer

Antes de falar, o bebê já “fala”. Pode parecer um paradoxo, mas a linguagem não é apenas feita por palavras. Ainda no primeiro ano de vida, a criança já consegue se comunicar por meios não verbais, como gestos e expressões faciais.

bebe-5

Isso foi o que constatou um estudo da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto (USP). Coordenado pela pesquisadora Kátia de Souza Amorim, o grupo da análise acompanhou cerca de 40 crianças com até 13 meses em suas casas, em creches e em instituições de acolhimento (abrigos). A pesquisa apontou que, ainda cedo, os bebês são capazes de interagir e se expressar de maneira adequada – dentro da sua capacidade.

Isso fica evidente, por exemplo, pela maneira que o bebê reage com pessoas diferentes. Já reparou que seu filho sorri sempre para você, mas nunca para determinadas pessoas? A relação que ele possui com esse outro indivíduo é diferenciada, e o bebê se manifesta de acordo com ela. “Ele pode estabelecer uma comunicação com a pessoa mais próxima dele, que muitas vezes é a mãe ou o cuidador principal”, afirma Denise de Lima Oliveira Vilas Boas, vice-presidente da Associação Brasileira de Psicologia e Medicina Comportamental.

Reação e comunicação

O choro do bebê não é apenas uma reação de descarga emocional. Ele começa como reflexo a uma situação de incômodo, por exemplo. Ao longo do tempo, no entanto, o bebê vai aprendendo que os pais atendem àquele choro e passa a produzi-lo para ter algum efeito específico.

O choro costuma ser a primeira manifestação da criança. O sorriso e os olhares surgem em seguida. Depois isso, ela começa a apontar para os objetos que deseja, por exemplo, ao mesmo tempo em que tenta emitir os primeiros sons. O primeiro balbucio, no entanto, começa depois, para então ele produzir as primeiras sílabas, palavras e, finalmente, frases.

Aprendizagem

O bebê desenvolve a linguagem de gestos e expressões a partir da interação com outras pessoas. “Esse entendimento não nasce com a criança. Ela vai sendo ensinado”, explica Denise.

Por isso, é muito importante que você estimule seu filho mesmo antes de ele nascer. “Apesar de não falar, ela está aprendendo a ser ouvinte”, diz a psicóloga. “Ela vai entendendo todas essas relações.”

Denise recomenda que os papais sempre tentem apontar para objetos e os nomeiem. Depois, passem a perguntar onde está a cadeira, a mamadeira etc. “Isso acelera o desenvolvimento da fala. Ela já vai desde cedo fazendo relações e tendo maior contato com a linguagem”, afirma.

Além disso, é importante ficar atento a todas as maneiras de se comunicar da criança. Com o tempo, você vai ver que consegue diferenciar o que significa cada choro e olhar que para todas as outras pessoas são iguais.

Repare, no entanto, em cada expressão e gesto - não apenas no choro. “É preciso tomar cuidado para que o choro não seja a única resposta da criança, porque senão ela vira uma criança chorona”, diz a especialista.

Fonte:  Meu Bebê

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

@bertagoncalez.com.br -  Rua Ministro Jesuino Cardoso, 137, Vila Olímpia - São Paulo/ SP    Tel: 11 3045-6555/ 3045-0667